Ana Cardoso. Sensual? Sim, e com muito orgulho!

Dom? Jeito? Ou simplesmente a natureza se manifestando? Veja Ana Cardoso em uma Barra de Pole Dance e você não terá mais dúvidas. Sensual, envolvente e marcante. Ana sempre deixa a sua assinatura em todas as apresentações, e também na memória da plateia.

Impossível não se envolver em suas performances. Em competições, apresentações, ou simplesmente se divertindo, Ana se deixa levar pela energia que emerge quando ela sobe num palco. “Não posso, e não devo, reprimir minha força. Seria como bloquear o melhor de mim”.

Nem tudo são Flores

Agora imagine a dificuldade em usar toda esta força e conseguir se aprimorar em sua arte em 2006 no Brasil. Naquela época o Pole Dance era totalmente desconhecido ou até mal visto pela sociedade brasileira. Havia pouquíssimos estúdios no Brasil, aumentando o problema em relação ao aperfeiçoamento da nossa atleta.

Voltando ainda mais no tempo, conseguimos entender a origem da sua saga. Em 2005 Ana Cardoso teve seu primeiro contato com o Pole Dance na Austrália, onde viveu por 5 anos. “Tive a oportunidade de conhecer a modalidade no berço do Pole Sensual”. Foi apenas o início da sua admiração e dedicação pela grande paixão de sua vida, o Pole Dance Sensual.

Do Céu ao Inferno

Como num conto de fadas, ou em um pesadelo, aquela paixão teve que esperar alguns anos para ser nutrida. Ana praticou Pole Dance por alguns meses na Austrália, mas quando voltou para o Brasil em 2006 não encontrou nenhum Estúdio que pudesse desenvolver e nutrir sua arte.

Em 2012 finalmente conseguiu retomar às práticas, ainda que apenas uma vez por semana, pois precisava se deslocar mais de uma hora até a Escola de Pole Dance mais próxima da sua casa. Todo esse estresse foi suficiente para que Ana tomasse uma séria decisão, largando seu trabalho atual e passando a se dedicar totalmente ao mundo do Pole Dance.

Ministrando aulas e treinando diariamente, sua evolução foi muito rápida. Atleta autodidata, sofreu buscando recursos e conhecimento. Principalmente pelo estilo escolhido dentro do Pole Dance. Amadureceu rapidamente ao aprender que sua posição de atleta deveria conviver em harmonia com a energia artística que gritava dentro dela. O resultado disto tudo não tem como explicar, apenas admirar e aplaudir.

“Sinto-me livre através da minha arte. Posso ser que eu quero ser quando estou no palco”. Comenta com brilho nos olhos.

Conquistas

Ainda em 2012, após meio ano de treino apenas, Ana participou de seu primeiro campeonato, o Miss Pole Dance Glamour. Conquistou a segunda colocação na categoria Amadora. Este foi o começo da sua trajetória como atleta, levando-a até campeonatos de Pole Fitness nacionais e internacionais como a Copa Panamericana de Pole Dance, dentro do Arnold Classic Brasil, alcançando o terceiro lugar na categoria internacional.

Atualmente podemos ver Ana Cardoso como júri em campeonatos nacionais e se apresentando em festivais, amostras e feiras. Ou então em seu estúdio em Florianópolis/SC, o On Heels Pole Studio, onde ministra aulas e treina diariamente. Agora sim conseguindo crescer e se desenvolver em sua paixão, o Pole Dance.

Ana Cardoso (3)

Ana Cardoso (4)

Ana Cardoso (2)

 

 

 

 

 

 

 

 

[mailmunch-form id=”249941″]

 

 

Compartilhar este post

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email