O que é Pole Dance

O Pole Dance vêm se tornando uma modalidade cada vez mais popular, porém ele ainda gera muitas dúvidas no público em geral. Abaixo vamos explicar detalhadamente sobre o que é o Pole Dance e desmistificar um pouco a atividade, que é muitas vezes carregada de preconceitos. 

O Pole Dance proporciona uma série de benefícios, como por exemplo, a melhora da coordenação motora, aumento da percepção corporal, tonificação dos músculos, controle do peso corporal, diminuição da ansiedade, aumento da autoestima e da socialização, entre muitos outros. Você poderá entender melhor cada um desses benefícios clicando aqui. 

Apesar de todos esses benefícios, o Pole Dance ainda é visto como algo que se limita às casas de show. Por outro lado, cresce o número de pessoas que buscam uma atividade física diferenciada e encontram no Pole essa possibilidade. A questão é: o que é Pole Dance, uma dança ou um exercício físico?

1. Definição de Pole Dance: Atividade Física ou Dança?

De maneira geral, o Pole Dance pode ser classificado como uma junção de movimentos acrobáticos de força característicos da calistenia e ginástica e movimentos de dança utilizando um mastro (barra) vertical (estático e/ou giratório) de metal polido. 

Na prática de Pole Dance são desenvolvidos tanto a força acrobática quanto a dança, que une os movimentos entre si. A origem de ambas são bem diferentes e isso ainda gera alguma confusão sobre a modalidade de Pole Dance e suas vertentes. 

Para conseguirmos um panorama geral sobre o tema é importante que entendamos um pouco sobre a história do Pole Dance. Faremos a seguir um breve resumo, mas você poderá ler mais sobre isso clicando aqui.

Por um lado as acrobacias de força do Pole Dance tiveram suas origens em atividades muito antigas de diferentes povos, como o Mallakhamb na Índia, a Calistenia na Grécia e o Mastro Chinês na China. Mas foi através da dança que a modalidade acabou se popularizando nos dias de hoje. Dançar ao redor de um poste passou por uma interessante trajetória até chegar nas conhecidas boates de stripper.

Enquanto, muito antes, já praticavam-se acrobacias em mastros verticais, na Índia e na China, somente na década de 20 surgem as dançarinas eróticas Hoochie Coochie, fazendo suas apresentações utilizando os postes próximos ao palco, que serviam de sustentação para a tenda, como parte do show. Com o passar dos anos a prática se transferiu das tendas para os bares noturnos com o espetáculo Burlesque na década de 50. Os bares se tornaram então as boates de stripper.  

2. Vertentes do Pole Dance

Agora que vimos um pouco sobre a história do Pole Dance, vamos entender melhor sobre como ele é subdividido entre suas vertentes: esportiva, artística e sensual. Lembrando que todas as vertentes da modalidade de Pole Dance geram os benefícios acima citados, melhorando a qualidade de vida de seus praticantes. 

2.1 Pole Sport (Pole Esportivo)

Essa é a vertente de alto rendimento do Pole, seus praticantes são considerados atletas mediante seu alto nível de treinamento, periodização de treino específica e uma equipe multidisciplinar de acompanhamento. Os treinadores precisam ser profissionais formados em Educação Física e os atletas precisam obedecer a regulamentos rígidos para poderem competir. 

Existem vários campeonatos de Pole Sport à nível regional, nacional e mundial. Eles se assemelham à ginástica através do sistema de contagem de pontos dos movimentos, que requerem muito força e precisão. Existem associações, ligas, federações e confederações que organizam tais campeonatos. 

2.2 Pole Art (Pole Artístico) 

Trabalha coordenação motora, lateralidade, capacidade de concentração, equilíbrio, ritmo, postura, noção de espaço e tempo e a capacidade de sociabilização. Ele une a dança e muitas acrobacias em uma performance. Suas apresentações (performances) podem ser junto com street dance, tango, contemporâneo, ballet, etc. As crianças e adolescentes também são atraídos por essa vertente. 

Em geral, os estúdios de Pole Dance sempre que realizam mostras e eventos em suas cidades estimulam principalmente o Pole Artístico, além de ser uma vertente bastante utilizada em sala de aula. Existem também diversos campeonatos regulamentados de Pole Artístico, tanto no Brasil como no mundo. 

2.3 Pole Sensual:  Glamour / Exotic / Classic

Apesar de ter sua origem relacionada às casas noturnas, o Pole Sensual é praticado também dentro de estúdios de Pole Dance, e pode ser subdividido em outras vertentes. De maneira geral, ele melhora a coordenação motora, noção espacial, equilíbrio, aumenta a autoestima e desenvolve a capacidade de socialização. 

Glamour: Aqui se trabalham coreografias sensuais, mais leves.

Exotic: Aulas realizadas com salto alto, exigem bastante força e flexibilidade pois possuem várias  acrobacias e movimentos de solo (floorwork).

Classic / Stripper: voltada a dança com uma conotação sexual. Chamada também por old school (seria o pole tradicional, das casas noturnas). Essa vertente é trabalhada dentro dos estúdio e também pode ser vista nas casas de shows (boates). Essa é sem dúvidas a vertente mais emblemática do Pole Dance, por trabalhar a sensualidade como forma de expressão e ter sua origem que remete aos espetáculos de streaptease (apesar de não se resumir a isso). Geralmente o público leigo somente tem conhecimento desse lado do Pole, mas como vimos existem muitas outras vertentes. 

3. Preconceito

O Pole Dance sofre bastante preconceito principalmente devido à falta de conhecimento sobre a modalidade. O Pole tem passado por muitas mudanças com o passar do tempo e hoje existem muitas formas de praticá-lo. Atualmente sua prática tem adeptos de todas as idades e gêneros. 

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, não existe nenhum tipo de estereótipo exigido para se praticar Pole Dance. Pelo contrário, o Pole estimula a auto-aceitação e o auto-conhecimento. Portanto, a melhor forma de combater o preconceito é divulgar e esclarecer como a modalidade é abrangente e benéfica. 

4. Praticando Pole Dance: tudo que você precisa saber para começar

Agora que você já entendeu o que é Pole Dance, qual é a sua origem e vertentes, a seguir você conhecerá sobre os locais de prática, os equipamentos necessários e para quais pessoas o Pole é indicado.

4.1 Locais para a prática do Pole Dance

Existem diversos estúdios de Pole Dance espalhados pelo Brasil, com aulas de todas as vertentes e para todos os níveis de aprendizado: iniciantes, intermediários e avançados. Além de profissionais qualificados, os estúdios devem contar com todo o material e estrutura necessária para garantir aos alunos a prática segura e satisfatória do Pole. Como não existe ainda uma regulamentação específica para a prática do Pole Dance, cada estúdio vai adotar uma metodologia específica, ficando a critério do aluno optar pelo estúdio que mais se adeque às suas necessidades. 

4.2 Praticar Pole Dance em casa

Sabendo que  nem sempre é possível treinar Pole Dance em algum algum local específico, seja porque não existem estúdios na sua região ou eles não correspondem com suas expectativas, ou ainda servindo como um complemento às aulas do estúdio, existe ainda a opção de se praticar Pole Dance dentro de sua própria casa. Para isso, é preciso  cuidado redobrado com a segurança na instalação das barras e escolha de material de qualidade, garantindo total aproveitamento das aulas.

Por uma questão de segurança, somente adquira equipamentos de uma empresa responsável que já comprovou sua qualidade e responsabilidade. Pesquise nas mídias sociais, no site e também nos eventos e campeonatos que essa empresa apoia. Assim você pode confiar que está comprando um equipamento seguro.

Se você pensa em adquirir uma barra própria e praticar em casa, saiba que já existem professores de Pole Dance que disponibilizam aulas online. Você pode conferir mais sobre aulas online clicando nesse link.

5. Equipamentos Necessários

5.1 Barra de Pole Dance

A prática da modalidade de Pole Dance é feita em uma barra vertical de aço inoxidável polida, estática e giratória. O diâmetro do tubo é de 45mm. A altura mínima da barra para prática é de 2,50m. Os equipamentos utilizadas em Campeonatos oficiais possuem 4 metros de altura.

A qualidade da barra escolhida irá impactar diretamente do desempenho do praticante, por isso é muito importante que a escolha seja feita considerando uma série de fatores. Saiba qual modelo de barra é o ideal para você clicando neste link.

Como nem sempre as barras podem ser instaladas diretamente no teto, atualmente já existem opções especiais que são capazes de trazer diversas soluções, tanto para estúdios quanto para quem deseja ter uma barra em sua própria casa. Você pode conferir as soluções especiais clicando aqui. 

5.2 Acessórios

Além de uma barra que consiga proporcionar conforto e segurança ao praticante, existem alguns acessórios que são bastante utilizados nas aulas. Como a modalidade do Pole Dance exige travas do corpo, é necessário o contato da pele na barra para aderência. Por isso é preciso utilizar roupas específicas para prática. Os mais indicados são shorts curtos ou sungão e top.

As acrobacias no alto da barra são de alto risco, por isso a utilização de Colchão de Segurança se faz necessário para prevenir lesões.

Grip é um produto que tem como objetivo facilitar a execução dos movimentos que necessitam de estabilidade. Ele pode ser usado tanto por praticantes do nível básico até o avançado. Em alguns casos ele se torna imprescindível para correta execução do movimento. Sua fórmula é capaz de repelir a transpiração, ajudando a praticante a se manter na barra com muito mais facilidade.

Os movimentos de Pole Dance são geralmente executados na ponta do pé. O uso de meias e/ou ponteiras irá auxiliar para deslizar nos movimentos. Além dos movimentos no alto da barra, temos os movimentos de solo e as joelheiras são indispensáveis para proteção dos joelhos nos movimentos no chão.

O Salto Alto é utilizado para a prática do Pole Sensual, Exotic e Classic. Existem saltos específicos para prática, as medidas variam de 15cm para cima. 

6. Empreender na Área do Pole Dance

Inspiração para quem quer empreender na área, veja o artigo completo clique no link.

Se você pensa em empreender na área do Pole Dance, saiba que nós podemos te ajudar com isso. Nós acreditamos que essa é uma área bastante lucrativa e com grande potencial de crescimento, visto que o Pole Dance tem ganhado cada vez mais adeptos no Brasil e no mundo. A seguir vamos listar algumas dicas de negócio, mas se você quiser se aprofundar ainda mais, pode se aprofundar no assunto através desse link.

Em primeiro lugar, você deve saber que é altamente recomendável entender as vertentes do Pole (esportiva, artística e sensual) e escolher uma ou duas no máximo para trabalhar em seu estúdio. Isso se deve ao fato de que seu estúdio deve ter personalidade bem definida, pois é isso que irá ditar o perfil dos seus futuros clientes. 

Uma vez tendo definido a vertente, você precisará de uma estrutura física que se adeque às suas necessidades. Para ter ajuda com a estruturação do seu espaço, nós possuímos soluções especialmente desenvolvidas para estúdios, com projetos exclusivos. Para saber mais acesse esse link. 

Com o seu espaço equipado, é chegado a hora de realizar o atendimento ao público.

Essa etapa é de extrema importância para que você consiga novos clientes. É muito importante que você adote uma postura que seja condizente com o tipo de público que você pretende atingir. Nós desenvolvemos um material especialmente voltado para te ajudar a aumentar suas vendas. Aqui você poderá baixar gratuitamente um e-book sobre esse tema. (exclusivo para clientes Gaia Pole)

Além dessas dicas, nós possuímos diversas formas de alavancar seus ganhos e te ajudar a ter um estúdio de sucesso. Nós acreditamos que o Pole Dance é um mercado em expansão e uma excelente oportunidade de negócio. Por isso, oferecemos tudo que você precisa para crescer nessa área. Entre em contato para mais informações. 

7. Conclusão

Percebeu como o Pole Dance é uma atividade física extremamente versátil e benéfica? Ela mescla passos de dança, acrobacias de força e coreografias em torno de uma Barra. Possui três vertentes (a esportiva, a artística e a sensual) e é uma excelente oportunidade de negócio pois cada vez mais tem ganhado adeptos no Brasil e no mundo. 

Gostou de aprender um pouco mais sobre o que é Pole Dance? Ficou com alguma dúvida? Conte suas experiências e sugestões no formulário abaixo. 

Compartilhe esse texto para que mais pessoas tenham acesso a esse conteúdo!

Compartilhar este post

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email