Você tem Medo da Barra Giratória?

Sensação de que vai despencar; De que a barra não vai parar nunca; Ou de que não vai conseguir coordenar os próprios movimentos. Geralmente esses são medos que permeiam algumas pessoas quando começam a treinar na Barra Giratória de Pole Dance.

Mas não se engane! Tudo é uma questão de costume e de treino.

É bem verdade que a barra giratória exige mais consciência corporal do que a barra estática. Afinal, além de deixar o corpo rígido para não ser “arremessada”, é essencial saber usar bem os braços, as pernas e o corpo a seu favor: quanto mais você se afasta da barra, mais lentamente ela gira. E vice-versa. Tudo isso graças a um fenômeno da física chamado inércia.

Por isso é importante começar aos poucos: no início, escale sem dar tanto impulso, faça poses isoladas ou combos simples. Entenda quais são os limites do seu corpo e, conforme for se acostumando e sentindo mais segurança, vá ousando mais e experimentando movimentos novos!

Também não se esqueça de sempre verificar se a barra está completamente destravada na hora de usá-la e travada depois do seu uso. Em caso de dúvidas, é importante sempre entrar em contato com o fornecedor da barra para auxílio.

Se a sua Barra de Pole Dance for Gaia, nós temos dois Sistemas de Trava para facilitar ainda mais a performance. Em nenhum deles há necessidade do uso de chave allen ou parafuso (que estragam com o tempo e podem machucar a pele com suas arestas).

No nosso Sistema QUICK LOCK, o primeiro e mais moderno sistema de destrave automático da América do Sul, é possível travar e destravar o pole durante uma performance com apenas um clique na base.

Já no Sistema STORY, basta inserir ou remover um pequeno pino na base inferior para efetuar a troca entre os modos estático e giratório.

Simples, rápido e seguro.

Agora que você já possui todas as informações necessárias sobre as barras giratórias, clique no link abaixo e compre com a maior fabricante de barras da América Latina.

 

Compartilhar este post

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email